ROBERT MICHELS, MAURICE DUVERGER E ANGELO PANEBIANCO:

O DEBATE SOBRE AS ELITES PARTIDÁRIAS

  • Antonio Kevan Brandão Pereira Universidade de Brasília
  • Martonio Mont'Alverne Barreto Lima
Palavras-chave: Partidos Políticos; Elites Partidárias; Robert Michels; Maurice Duverger; Angelo Panebianco.

Resumo

Este trabalho analisa as elites partidárias a partir das obras de Robert Michels, Maurice Duverger e Angelo Panebianco. O texto que ora se apresenta não trata da discussão sobre o conceito de elites que se tem tradicionalmente na Sociologia ou Ciência Política. Embora haja derivação deste acúmulo intelectual, o conceito a ser discutido nesta proposta é apenas no âmbito do sistema político-partidário. Dentro do imenso debate sobre os partidos políticos, o tema das classes dirigentes se constitui como um objeto extremamente relevante. Dessa forma, investiga-se como esses estudiosos tratam do fenômeno das elites dirigentes, bem como procura-se estabelecer as considerações de cada um sobre as possibilidades da democracia no interior dos partidos políticos. Por fim, apontaremos os pontos em comum e as possíveis diferenças entre as abordagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Martonio Mont'Alverne Barreto Lima

Professor Titular da Universidade de Fortaleza e Procurador do Município de Fortalez.

Publicado
16-12-2020
Como Citar
Brandão Pereira, A. K., & Barreto Lima, M. M. (2020). ROBERT MICHELS, MAURICE DUVERGER E ANGELO PANEBIANCO:: O DEBATE SOBRE AS ELITES PARTIDÁRIAS. Suffragium - Revista Do Tribunal Regional Eleitoral Do Ceará, 11(18). Recuperado de https://suffragium.tre-ce.jus.br/suffragium/article/view/67